Cromo Duro ou Carboneto de Tungstênio – Conheça 2 grandes diferenças que podem ajudar você a definir a melhor alternativa

Inúmeros profissionais de engenharia de produto e da engenharia de manutenção me procuram diariamente solicitando para saber o preço da aplicação de revestimentos em peças. Em muitos casos querem substituir o cromo duro aplicado pelo revestimento de carboneto de tungstênio.

Sim, o revestimento de carboneto de tungstênio proporciona muitos benefícios, mas é importante que o profissional conheça as principais diferenças entre os dois materiais para poder ter certeza de que está realizando a melhor escolha para a sua aplicação.

Identificamos 2 diferenças que considero importante que todo engenheiro de produto e de manutenção conheça:

1 – Resistência ao desgaste por abrasão: O Carboneto de Tungstênio possui dureza ligeiramente superior ao cromo duro. No entanto, a presença de carbonetos na sua composição proporciona resistência ao desgaste por abrasão bastante superior. Essa premissa fica claramente evidenciada durante a realização de um teste de desgaste por abrasão. A perda de volume do revestimento de cromo duro nesse tipo de desgaste é 400% maior do que o de carboneto de tungstênio.

2 – Resistência à corrosão: A micro estrutura dos revestimentos de carboneto de tungstênio é do tipo lamelar, com baixíssima porosidade (inferior a 1%). Já o cromo duro, possui estrutura em forma de micro trincas, que permite a passagem de agentes corrosivos por essas fendas, que pode causar corrosão no metal base.

Essa diferença estrutural fica bastante clara quando se realiza um teste de corrosão em câmara de névoa salina (de acordo com a ASTM B117). O revestimento de carboneto de tungstênio tem resistência bastante superior. O Cromo duro, na melhor situação avaliada, suportou 400 horas, enquanto o carboneto de tungstênio tevem uma resistência de 4000 horas.

Cabe ao projetista ou ao gestor de manutenção, a partir do relacionamento de custos e desempenho, analisar a escolha que, no processo como um todo, vai gerar o melhor retorno para a organização.

Baixe a seguir o E-book Ligas metálicas para revestimentos contra Desgastes.

Compartilhe este conteúdo:

E-Book Ligas Metálicas para Revestimentos Contra Desgastes

Nesse E-book você vai encontrar a descrição técnica das ligas metálicas utilizadas para proteção contra desgastes por abrasão, corrosão, erosão e cavitação. São apresentadas as suas características técnicas, aplicações e gráfico de diferenças de resistência ao desgaste por abrasão de acordo com a norma ASTM G76.

ico-estudo-de-caso-2

Entre em contato conosco

Descreva abaixo de que forma podemos auxiliar o seu negócio:

    Entre em contato conosco

    Descreva abaixo de que forma podemos auxiliar o seu negócio:

      Qual é a sua necessidade?

      Entre em contato conosco e descreva qual o seu problema para que possamos avaliar de que forma podemos auxiliar o seu negócio:

      Conheça os revestimentos contra desgastes metálicos e cerâmicos utilizados pela Rijeza.

      Conheça as principais aplicações dos revestimentos contra desgastes na indústria.

      Rijeza Metalurgia

      Revestimentos contra desgastes

      RS 240, KM 4, 3815, Bairro Scharlau
      São Leopoldo – RS

      Desenvolvido por
      SiriusPrime

      Qual a sua necessidade?

      Descreva abaixo de que forma podemos auxiliar o seu negócio:

        Agradecemos pelo seu interesse!

        Faça o download deste material clicando no botão a seguir:

        ×

        Olá!

        Clique no contato abaixo para iniciar uma conversa:

        × Como podemos ajudá-lo?