Revestimentos aspergidos: uma alternativa para aumentar o atrito de ferramentas de conformação de tubos

Sim, reduzir o atrito é uma das maneiras para se conseguir um melhor rendimento de moldes e matrizes de conformação. A redução do atrito permite que o material que está sendo conformado tenha um maior deslizamento sobre a superfície da ferramenta. Mas existem casos que a redução do atrito por causar problemas de produtividade. Isso por que, durante o processo de conformação, o material que está sendo trabalhado pode se movimentar.

Para melhorar o desempenho dessa operação, é necessário a criação de uma rugosidade superficial. Em alguns casos, o usuário da ferramenta gera essa rugosidade a partir de alguns métodos:

1 – Jateamento: esse método não é eficiente por que se a dureza da superfície é elevada a granalha não consegue agredir a superfície. Se a superfície estiver com dureza baixa, essa rugosidade vai ser conformada nos primeiros minutos de operação, tornando esse processo ineficiente.

2 – Escovamento ou lixamento: O resultado do processo é bastante similar ao do jateamento, mudando somente o meio com o qual a superfície é agredida.

3 – Abertura de canais por meio de usinagem: Esse método não se mostrou por não conseguir manter a geometria dos canais.

>> Leia também: Como aumentar a produção e reduzir custos através da manutenção industrial

Os revestimentos aspergidos tem se mostrado uma alternativa bastante interessante para conseguir resultados efetivos para superfície de matrizes. Eu identifiquei 3 características que garantem o bom desempenho das ferramentas de conformação que seguram o tubo que está sendo conformado.

1 – Ancoramento do revestimento: o nível de ancoramento dos revestimentos aplicados por aspersão térmica é bastante elevado. Além disso, durante o processo de trabalho ele está sendo comprimido e não tracionado. Isso permite que ele não se desplaque da superfície.

2 – Dureza do revestimento: A dureza do revestimento utilizado para gerar atrito para fins de arraste é de aproximadamente 900 HV e essa característica não permite que o processo de trabalho reduza a rugosidade.

3 – Rugosidade: A rugosidade do revestimento aplicado por aspersão térmica, num estado bruto, pode ser superior a 6 Ra, que garante um perfeito atrito entre a ferramenta e o tubo que está sendo pressionado.

O resultado dessa aplicação é um aumento de vida útil de ferramentas de conformação de tubos superior a 400%. Além disso o material pode ser reaplicado após ter sido desgastado, o que permite a manutenção do dimensional da ferramenta.

Resultado final: Grande incremento de produtividade com significativa redução do custo unitário de fabricação.

Quer saber mais sobre revestimentos aspergidos? Acesse a seguir nosso E-book: “Tudo que você precisa saber sobre Aspersão Térmica”.

Compartilhe este conteúdo:

Tudo o que você precisa saber sobre Aspersão Térmica

Este E-book trás informações para você ficar por dentro dos processos de desgastes em peças industriais e como preveni-los por meio de aspersão térmica e seus processos.

ico-estudo-de-caso-2

Entre em contato conosco

Descreva abaixo de que forma podemos auxiliar o seu negócio:

    Entre em contato conosco

    Descreva abaixo de que forma podemos auxiliar o seu negócio:

      Qual é a sua necessidade?

      Entre em contato conosco e descreva qual o seu problema para que possamos avaliar de que forma podemos auxiliar o seu negócio:

      Conheça os revestimentos contra desgastes metálicos e cerâmicos utilizados pela Rijeza.

      Conheça as principais aplicações dos revestimentos contra desgastes na indústria.

      Rijeza Metalurgia

      Revestimentos contra desgastes

      RS 240, KM 4, 3815, Bairro Scharlau
      São Leopoldo – RS

      Desenvolvido por
      SiriusPrime

      Qual a sua necessidade?

      Descreva abaixo de que forma podemos auxiliar o seu negócio:

        Agradecemos pelo seu interesse!

        Faça o download deste material clicando no botão a seguir:

        ×

        Olá!

        Clique no contato abaixo para iniciar uma conversa:

        × Como podemos ajudá-lo?