O Diferencial do Uso de Carbonetos Como Solução Contra Desgaste

O aumento da confiabilidade de equipamentos em funcionamento passa pela busca de soluções contra desgaste, entre elas destaca-se a utilização de revestimentos  de carbonetos obtidos através da aplicação por processo de Aspersão Térmica. As vantagens apresentadas por estes revestimentos são inúmeras, não apenas no desempenho do revestimento, como também nos aspectos ambientais envolvidos no processo.

O melhor desempenho de revestimentos obtidos por Aspersão Térmica se dá não apenas pela técnica empregada, mas também pela versatilidade de matérias primas utilizada. Indo desde óxidos, metais e ligas fusíveis de Ni-Cr, até os Cermets, geralmente ricos em carbonetos.

Cermet é um material compósito formado por Cerâmica e Metal. O mesmo foi projetado para ter as propriedades ideais tanto de um material cerâmico, como resistência a altas temperaturas e dureza, como também as propriedades de um metal, como capacidade de sofrer deformação plástica. São compostos de partículas (ou grãos) de cerâmica, dispersos em uma matriz de metal. O tamanho das partículas é da ordem de mícrons e a sua fração de volume é superior a 24%, podendo chegar a 90%.

A presença destas partículas cerâmicas, na sua maioria Carbonetos, é a responsável pela elevada dureza e resistência à abrasão dos revestimentos. Os resultados de ensaio de laboratório demonstram esta característica.

Figura 1 – Resistência à abrasão (perda de volume – mm³).

Alguns fatores relacionados a estas partículas são determinados pelo processo de deposição e influenciam diretamente no seu desempenho, como tamanho, orientação, forma e densidade.

Quando as características das técnicas de Aspersão Térmica são comparadas as demais, nota-se uma menor perda de carbono, bem como uma menor dissolução de carbonetos. Ou seja, há uma maior retenção destas fases duras na estrutura. Além de, com exceção de algumas técnicas, promover um menor aquecimento do substrato reduzindo as chances de descarte da peça por desgaste devido ao aumento da possibilidade da sua recuperação.

Estas características resultam em 3 vantagens em se utilizar revestimentos a base de carbonetos por aspersão térmica:

  • Redução do custo de manutenção: O expressivo aumento de durabilidade (em muitos casos, superior a 500%, reduz a frequência de reposição de peças e mobilização de equipes.

  • Aumento da disponibilidade do equipamento: O aumento da durabilidade melhora os indicadores de disponibilidade da planta (indicador OEE). Veja por exemplo, os resultados obtidos em uma pequena central hidrelétrica.

  • Maior agilidade no processo de deposição do revestimento: O processo de aplicação é bastante veloz e permite que o profissional de manutenção consiga recuperar uma peça onerosa, com ligas nobres, num espaço de tempo muito curto.


Veja como melhorar seu indicador de OEE

Compartilhe este conteúdo:

Entre em contato conosco

Descreva abaixo de que forma podemos auxiliar o seu negócio:

    Entre em contato conosco

    Descreva abaixo de que forma podemos auxiliar o seu negócio:

      Qual é a sua necessidade?

      Entre em contato conosco e descreva qual o seu problema para que possamos avaliar de que forma podemos auxiliar o seu negócio:

      Conheça os revestimentos contra desgastes metálicos e cerâmicos utilizados pela Rijeza.

      Conheça as principais aplicações dos revestimentos contra desgastes na indústria.

      Rijeza Metalurgia

      Revestimentos contra desgastes

      RS 240, KM 4, 3815, Bairro Scharlau
      São Leopoldo – RS

      Desenvolvido por
      SiriusPrime

      Qual a sua necessidade?

      Descreva abaixo de que forma podemos auxiliar o seu negócio:

        Agradecemos pelo seu interesse!

        Faça o download deste material clicando no botão a seguir:

        ×

        Olá!

        Clique no contato abaixo para iniciar uma conversa:

        × Como podemos ajudá-lo?