3 dicas para resolver problemas de mecanismos de desgaste na indústria – Um guia para engenheiros e projetistas

Quando se trata de mecanismos de desgaste na indústria metal-mecânica e metalúrgica, muitas dúvidas pairam sobre os engenheiros e projetistas no momento da decisão de como solucioná-los.

Dificuldades para identificar o mecanismo correto, aliadas à falta de conhecimento das soluções de combate a desgastes disponíveis no mercado, fazem empresas entregarem peças e equipamentos inferiores, que comprometem a qualidade e credibilidade de seus produtos – e a satisfação dos seus clientes.

Separei 3 dicas que vão ajudar você que é engenheiro ou projetista a especificar melhor as soluções que o mercado oferece:

Dica 1: conhecer os mecanismos de desgaste

Conhecer e determinar os mecanismos de desgaste que sofrem peças ou equipamentos, além de ser o pontapé inicial, é etapa fundamental no processo de escolha de soluções que combatam esses desgastes.

Corrosão, abrasão, erosão e cavitação agem de formas diferentes sobre as superfícies das peças. Além disso, esses mecanismos podem estar combinados, ou apresentam variações, gerando uma complexidade ainda maior no entendimento do desgaste.

Dica 2: conhecer as soluções disponíveis

Com a clareza de como as superfícies são degradadas, torna-se necessário conhecer as soluções disponíveis e, portanto, designar qual meio será necessário utilizar para criar a proteção.

É ampla a gama de possibilidades existentes no mercado para modificação da superfície das peças. Algumas alternativas que podem ser utilizadas para obtermos novas propriedades que melhor protegeriam contra desgastes:

  • alteração da estrutura do material através de tratamento térmico

  • difusão de moléculas na superfície, ou

  • aplicação de revestimentos

A aplicação de revestimentos contra desgastes se apresenta como uma opção importante, pois impacta na vida útil de peças e equipamentos, contribuindo para a redução de custos em até 400%, além de evitar paradas desnecessárias e desperdício de tempo.

Sobre os revestimentos mais utilizados nos mecanismos de desgaste aqui mencionados:

  • as camadas de carboneto de tungstênio são as que apresentam melhores resultados quando os problemas de desgaste são abrasão, erosão e fricção.
  • quando o desgaste é gerado por mecanismos químico (ou eletroquímico), como a corrosão e a oxidação, a aplicação de alumínio, zinco ou ligas de níquel são muito eficientes.
  • os revestimentos de carboneto de cromo são alternativas para a proteção contra abrasão e erosão quando esses desgastes acontecem a altas temperaturas.

Variações nas ligas desses materiais citados também podem ser utilizadas quando há a combinação de erosão e cavitação, ou erosão e corrosão, por exemplo.

Dica 3: aliar os melhores revestimentos às melhores tecnologias

Esses materiais, aliados a processos de aplicação de alta tecnologia, possibilitam a produção de camadas protetivas densas e de alta adesão e coesão.

O emprego de robôs e de automação na manipulação dos aplicadores de revestimento, fornece resultados e parâmetros que seriam impossíveis de serem alcançados na aplicação manual. Além disso, a robotização auxilia a aplicação em superfícies complexas e precisas, aumentando a repetibilidade e mantendo a uniformidade da camada.

Com vista a esses aspectos relacionados, é possível entender a importância do profundo estudo do desgaste que ocorrem em peças e equipamentos, antes de definir como modificar as superfícies. Pular etapas pode comprometer o aumento da vida útil, ou até mesmo aumentar os danos e a quebra. Somente com todos esses pontos observados, é que será possível designar um revestimento que trará um aumento do custo x benefício na fabricação de uma peça.

Baixe a seguir o material específico sobre os mecanismos de desgaste.

Compartilhe este conteúdo:

Mecanismos de Desgastes

Os mecanismos de desgastes são as formas com as peças se desgastam nos meios onde elas estão trabalhando. O conhecimento dessas formas é um dos principais fatores para um profissional de engenharia de produto e engenharia de manutenção poder selecionar os materiais mais adequados e com melhor relação custo benefício.

ico-estudo-de-caso-2

Entre em contato conosco

Descreva abaixo de que forma podemos auxiliar o seu negócio:

    Entre em contato conosco

    Descreva abaixo de que forma podemos auxiliar o seu negócio:

      Qual é a sua necessidade?

      Entre em contato conosco e descreva qual o seu problema para que possamos avaliar de que forma podemos auxiliar o seu negócio:

      Conheça os revestimentos contra desgastes metálicos e cerâmicos utilizados pela Rijeza.

      Conheça as principais aplicações dos revestimentos contra desgastes na indústria.

      Rijeza Metalurgia

      Revestimentos contra desgastes

      RS 240, KM 4, 3815, Bairro Scharlau
      São Leopoldo – RS

      Desenvolvido por
      SiriusPrime

      Qual a sua necessidade?

      Descreva abaixo de que forma podemos auxiliar o seu negócio:

        Agradecemos pelo seu interesse!

        Faça o download deste material clicando no botão a seguir:

        ×

        Olá!

        Clique no contato abaixo para iniciar uma conversa:

        × Como podemos ajudá-lo?