Qual a diferença entre oxidação, ferrugem e corrosão de metais?

Oxidação, ferrugem e corrosão de metais. Você sabe qual a diferença?

Entender a diferença entre corrosão, oxidação e ferrugem pode ser determinante para a escolha de materiais resistentes para um equipamento. Existem muitas dúvidas pelos profissionais na hora de solucionar esse tipo de desgaste e na maioria das vezes as escolhas são realizadas por tentativa e erro e podem gerar custos elevados de manutenção.

A escolha de um material não apropriado pode acelerar o processo de desgaste e acarretar em novas paradas para substituição de peças. Por outro lado, escolher materiais super dimensionados também pode ocasionar custos desnecessários com soluções que poderiam ser mais baratas e tão efetivas quanto.


Oxidação

O termo oxidação foi inicialmente criado para denominar as reações nas quais o oxigênio era o reagente. Segundo o site Brasil Escola, a oxidação pode ocorrer através de 3 circunstâncias: quando se adiciona o oxigênio à substância, quando uma substância acaba perdendo o hidrogênio ou quando a substância perde elétrons. As reações de oxidação ocorrem simultaneamente com as reações de redução. Por isso, são chamadas de oxirredução (redox), na qual existe a transferência de elétrons.

oxidacao-em-metais


Ferrugem

Muito conhecida, a ferrugem é o resultado a oxidação do ferro. Este metal em contato com o oxigênio presente na água e no ar, se oxida e desta reação surge a ferrugem, que deteriora de pouquinho o material original. Os materiais para não sofrerem com a ferrugem, acabam por serem evitados ao contato com oxigênio, geralmente com pinturas ou cobertura de superfície de ferro com óleo ou outras substâncias lubrificantes.

ferrugem-em-metais


Corrosão de metais

A corrosão é uma transformação que surge em metal por meio de processos eletroquímicos em reções de óxido-redução. Tanto edifícios, quanto navios, pontes, carros, turbinas e bombas, podem sofrer com esse tipo de problema. Para que isso não ocorra, algumas substituições são necessárias, como, por exemplo, o uso de alumínio e sua ligas em componentes como esquadrias, portas e janelas ao invés do aço-carbono.

corrosao-de-metais

A assertividade na escolha do melhor material passa necessariamente pelo entendimento do profissional das variáveis que contemplam o processo de desgaste por corrosão. Nós preparamos um material com as principais dúvidas que chegam até nós. O objetivo é proporcionar um entendimento de forma facilitada a respeito das diferenças entre oxidação, corrosão e ferrugem, além de outros detalhes relevantes nesse processo.

Conheça as respostas para as principais dúvidas sobre o processo de desgaste no material que preparamos para você a seguir.

Compartilhe este conteúdo:

As formas mais comuns de corrosão metálica

A corrosão é um desgaste ocasionado na superfície, gerado pela interação desta superfície com o ambiente onde ela está trabalhando. Existem inúmeros tipos de corrosão, e cada uma delas deve ser bem identificada para poder se proporcionar a melhor proteção possível para as peças.

ico-estudo-de-caso-2

Entre em contato conosco

Descreva abaixo de que forma podemos auxiliar o seu negócio:

    Entre em contato conosco

    Descreva abaixo de que forma podemos auxiliar o seu negócio:

      Qual é a sua necessidade?

      Entre em contato conosco e descreva qual o seu problema para que possamos avaliar de que forma podemos auxiliar o seu negócio:

      Conheça os revestimentos contra desgastes metálicos e cerâmicos utilizados pela Rijeza.

      Conheça as principais aplicações dos revestimentos contra desgastes na indústria.

      Avenida Parobé, 3815, Boa Vista
      São Leopoldo / RS – CEP 93150-015

      Desenvolvido por SiriusPrime

      Qual a sua necessidade?

      Descreva abaixo de que forma podemos auxiliar o seu negócio:

        Agradecemos pelo seu interesse!

        Faça o download deste material clicando no botão a seguir:

        ×

        Olá!

        Clique no contato abaixo para iniciar uma conversa:

        × Como podemos ajudá-lo?